Lendo agora:
50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Leitura de 7 minutos

50 coisas que você não sabia sobre a Supreme

728x90 4 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme

50 coisas supreme - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme

A revista digital Complex (famosa por publicar listas polêmicas) fez uma revelando 50 fatos que talvez muitos não saibam sobre a Supreme. A marca é cercada de mistérios, especulações e histórias.

Seu fundador James Jebbia é um cara reservado que se recusa a dar entrevistas. Raramente fala sobre a marca. A Supreme é do tipo que atrai uma multidão de adoradores e odiadores ao mesmo tempo.

50 coisas supreme 01 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
James Jebbia é britânico mas nasceu nos Estados Unidos. Ele viveu na Inglaterra até os 19 anos.

50 coisas supreme 02 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Jebbia abriu sua primeira loja em 1989, a Union NYC. Em 1991 ajudou a abrir a filial nova-iorquina da Stussy, enquanto criava sua própria marca, a Supreme.

50 coisas supreme 03 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Quando adolescente, aprendeu como funcionava o mercado de vendas trabalhando na loja Parachute, junto ao futuro fundador da Undefeated, Eddie Cruz.

50 coisas supreme 04 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Na época James gastou $12.000 dólares para abrir a loja.

50 coisas supreme 05 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
O logo da marca foi “inspirado” na propaganda da artista plástica Barbara Kruger. A artista afirma até hoje que a marca copiou descaradamente seu trabalho e que ela nunca autorizou e se quer recebeu nenhuma quantia por isso.

50 coisas supreme 06 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
A fonte usada é a Futura Heavy Oblique.

50 coisas supreme 07 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
O design da loja de Nova Iorque foi pensado para que os skatistas entrassem direto com seus carrinhos.

50 coisas supreme 08 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
O skatista Gio Estevez foi o primeiro funcionário contratado da loja.

50 coisas supreme 09 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Aaron Bondaroff, influenciador conhecido na cena nova-iorquina, largou o colegial em 1992 e foi pego roubando a primeira loja de Jebbia. Dois anos depois foi contratado para trabalhar na Supreme.

50 coisas supreme 10 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
A primeira parceria da Supreme foi com o artista Rammellzee que grafitou a parte interna da loja.

50 coisas supreme 11 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
O primeiro time de skate da Supreme era composto por Ryan Hickey, Justin Pierce, Gio Estevez, Peter Bici, Mike Hernandez, e os irmãos Jones e Chris Keefe, e Loki e Paul Leung.

50 coisas supreme 12 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
James Jebbia já foi ator mirim. Ele participou da série da BBC, “Grange Hill”, interpretando o personagem Thomas Watson.

50 coisas supreme 13 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
A Calvin Klein entrou com ação judicial contra a Supreme por terem colocado um adesivo nas fotos de divulgação da modelo Kate Moss.

A Supreme lançou seu primeiro vídeo promocional em 1995, intitulado “A Love Supreme”.

As primeiras camisetas lançadas pela marca foram a “Afro Skater” e a “Taxi Driver”, inspirada no filme e no personagem de Robert De Niro, Travis Bickle.

50 coisas supreme 18 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Jebbia não é dono do nome Supreme pois a palavra não pode ser patenteada.

50 coisas supreme 19 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
O logotipo da marca com o “E” acentuado foi inspirado no designer francês, Andre Courreges (conhecido em 1965 por popularizar a mini-saia).

50 coisas supreme 20 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
O skatista Mark Gonzales, que mais tarde viria a se tornar integrante da crew original da Supreme, costumava enviar cartões postais endereçados para a loja. Algumas vezes ele colocava como remetente, o também skatista Harold Hunter, com o assunto “Supream”.

50 coisas supreme 21 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
O “Motion logo” foi inspirado no filme “Goodfellas”.

50 coisas supreme 22 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
A fabricante canadense CYC, responsável por fazer moletons para marcas como Reigning Champ e Wings + Horns, também fazia as peças forradas da Supreme. Atualmente a marca trabalha com outro fornecedor mais barato e com material de qualidade inferior.

50 coisas supreme 23 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Em 2001, a Supreme lançou no Japão esta camiseta promocional, bem polêmica por sinal. Apesar disso, a marca mantém até hoje um bom relacionamento com a Nike.

50 coisas supreme 24 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
A marca teve várias licenças de reprodução negadas – da NCAA em 1997, da liga de hóquei NHL em 2009 e da Louis Vuitton em 2000.

50 coisas supreme 25 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Nada do que a Supreme vende é classificado como “limitado”, segundo Jebbia. Porém a marca mantém estoque de poucas quantidades com o objetivo de não ficarem encalhadas nas lojas, o que praticamente nunca ocorre.

50 coisas supreme 26 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Apesar de ser uma marca de skate, Supreme colaborou com a loja de bicicletas Brooklyn Machine Works no ano 2000. A parceria contou com bikes aro 24 disponíveis em quatro cores diferentes, incluindo o tom vermelho. Cada bike foi vendida por $1.800 dólares.

50 coisas supreme 27 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Uma das primeiras marcas a criar algo exclusivo para a Supreme foi a Padmore & Barnes. A parceria lançada em 2000 contou com a bota M345 Sahara.

50 coisas supreme 28 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Em 2001 e 2002, a marca produziu dois modelos de tênis: Down Low e o Mid Town, que não emplacaram.

50 coisas supreme 29 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Em 2012 foi estimado o patrimônio líquido de James Jebbia, que é de 40 milhões de dólares.

50 coisas supreme 30 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
A artista, designer e diretora, Vashtie Kola, tentou trabalhar na Supreme em 2001. Gio Estevez, amigo pessoal e membro da crew original da marca, recomendou que ela trabalhasse para a Stussy. Jebbia considerou que ela se encaixaria melhor com a proposta da marca

50 coisas supreme 31 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Em 2003, a marca tentou lançar o modelo Low do Nike Dunk em complemento dos Highs. No entanto, o lançamento foi rejeitado pela Nike por conta de problemas com a patente.

50 coisas supreme 32 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
A camiseta “Blue Monday”, lançada em 2005, conta com a paleta de cores criada pelo artista Peter Saville para a banda New Order. As cores presentes na camiseta correspondem a frase “Peter Saville for Supreme”.

50 coisas supreme 33 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Em 2005, o grafiteiro Keo TC5, criador da máscara do rapper MF Doom, foi convidado para lançar peças em parceria com a Supreme. A parceria não saiu do papel porque Keo considerou que os desenhos que havia feito estavam incompletos.

50 coisas supreme 34 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Lançada em 2005, a primeira “Photo tee” da Supreme foi clicada por Kenneth Cappello e contou com o rapper Raekwon, seu segurança particular e um boneco do personagem da Vila Sésamo, Elmo.

50 coisas supreme 35 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Após abrir sua primeira loja no Japão a marca fechou negócio com a empresa de logística Onegram Co., que realiza os trâmites de exportação de Nova Iorque para Tóquio até hoje.

50 coisas supreme 36 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
James Jebbia gosta de deixar claro que o artista Richard Prince desenhou shapes para a Supreme muito antes de colaborar com o estilista Marc Jacobs em bolsas para a Louis Vuitton, em 2007.

50 coisas supreme 37 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Inspirado por em ensaio fotógrafo para a revista japonesa Ollie Magazine, Angelo Baque, gerente e diretor de marketing da Supreme decidiu construir uma mini-ramp para a crew de skatistas da marca.

50 coisas supreme 38 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Os shapes feitos em colaboração com artistas como Murakami, Christopher Wool, Richard Prince e Marilyn Minter tiveram a ajuda do curador Neville Wakefield

50 coisas supreme 39 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Em 2009 a marca começou a fotografar seus próprios lookbooks.

50 coisas supreme 40 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
O Nike SB 94 foi feito especificamente para a Supreme, e também foi o primeiro tênis de skate contendo a tecnologia foamposite.

50 coisas supreme 41 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Quando a marca lançou seu primeiro livro pela editora Rizzoli, em 2010, todos os funcionários ganharam uma cópia e uma camiseta exclusiva, que trazia um box logo preto na frente e a capa livro atrás.

50 coisas supreme 42 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
A Supreme pagou 20 mil dólares para comprar a Shortypop, marca que fazia paródias de suas peças.

50 coisas supreme 43 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Em 2011 o diretor, produtor, roteirista, e cineasta, Harmony Korine, desenvolveu um shape, que nunca foi lançado, em parceria com a marca.

50 coisas supreme 44 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Também em 2011, a Supreme se uniu a galeria de arte, OHWOW, e ao skatista Jason Dill para lançar a zine “DILL WITH FUCK THIS LIFE”.

A Supreme também faz camisetas para crianças, mas são dadas como presente apenas para amigos e pessoas próximas ligadas a marca.

50 coisas supreme 47 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
A marca mantém apenas duas contas nas redes sociais, Facebook e Instagram. Todas as outras são falsas.

50 coisas supreme 48 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Matthew Williams, diretor criativo da Lady Gaga, foi responsável pelo envolvimento da cantora com a Supreme em campanha lançada em 2011.

50 coisas supreme 49 - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Em 2011, quando a Supreme inaugurou a loja de Londres, James em uma de suas raras entrevistas, comentou que gostaria de colaborar com a designer britânica Vivienne Westwood.

Atualmente James vive em Nova Iorque com sua mulher e seus dois filhos em um espaçoso loft localizado no requintado bairro Greenwich Village. A decoração de seu apartamento conta com peças de porcelana de Pablo Picasso.
banner lateral - 50 coisas que você não sabia sobre a Supreme
Input your search keywords and press Enter.
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!