Lendo agora:
Dirty Blood defende as mulheres em nova coleção
Leitura de 2minutos

Dirty Blood defende as mulheres em nova coleção

Conhecida por trazer temas importantes para discussão, a marca paulistana apresenta nova coleção contra o feminicídio.

Você sabia que em média 12 mulheres são assassinadas todos os dias no Brasil? O levantamento feito pelo G1, por meio de dados oficiais dos estados de 2017, revelou que foram 4.473 homicídios dolosos, sendo 946 feminicídios, ou seja, casos de mulheres mortas em crimes de ódio motivados pela condição de gênero. E o pior é que essa taxa está aumentando.

A maioria dos casos acontece em família, onde muitas vezes a mulher é espancada e morta pelo próprio companheiro. Esse dado tende a ser bem maior do que o apurado, uma vez que em muitos casos não são registradas queixas nem denúncias dos companheiros.

Vol.3 “Break the Silence”

Trazendo luz para esse cenário alarmante, a Dirty Blood quebra o silêncio e sai em defesa das mulheres que estão passando por essa situação. O lookbook retrata bem a agressividade e o descaso, no qual as vítimas são submetidas.

A coleção traz camisetas com mensagens de apoio como “Woman are powerful and dangerous” e “Girls are not sexual objects”, além de imagens diretas que fazem alusão ao tema.

As camisetas se destacam pelos modelos com o número 180 (Central de Atendimento à Mulher) e a versão listrada com a frase “You are not alone”.

A coleção estará disponível no e-commerce da Dirty Blood neste sábado (26/05).

Deixe um comentário

Input your search keywords and press Enter.
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!