Lendo agora:
Conheça a marca brasileira Vita Brevis
Leitura de 3minutos

Conheça a marca brasileira Vita Brevis

Fundada em 2016, por Artur Felippe de Freitas, a Vita Brevis traz o tempo como elemento principal de sua essência.

Após ter morado sete anos na em São Paulo, Artur voltou para sua cidade natal, Bragança Paulista, com uma ideia em mente, criar uma marca. A vivência na capital o fez enxergar que o tempo é algo precioso, que deve ser valorizado.

“Ter vivido em São Paulo, no meio de toda aquela correria, me fez perceber que a maneira na qual você organiza seu tempo e a sua atitude no agora, fazem toda a diferença na sua qualidade de vida. Na minha visão não se trata de ter muito ou pouco, mas sim o que você faz com o que tem e como aproveita o momento que realmente tem em mãos: o presente.” comentou Artur, em entrevista ao SWBR.

Com esse gancho, ele reuniu dois amigos de infância, Bruno Neves e João Tasca. Neves ficou com a parte de desenvolvimento do site e responsável pelo setor de criação, já Tasca tomaria conta da administração e distribuição. Um terceiro parceiro também veio para somar no projeto, Diogo Centini, que já tinha uma bagagem de streetwear, pois trabalhou em algumas lojas do segmento. Centini entrou como gerente de produtos.

O nome vem do termo “Vida Breve”, escrito em latim. A expressão traduz bem o conceito e a proposta underground da marca, além de trazer uma sonoridade diferente, mais próxima da língua portuguesa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

COLEÇÕES

Trazendo influência do Hip Hop, do Hardcore e do mundo da tatuagem, as coleções da Vita Brevis trazem estampas agressivas e polêmicas. A ideia é que as peças transmitam a importância de valorizar o presente e que unam as pessoas do meio underground.

Moletons, bonés e camisetas de manga curta, longa e raglan, fazem parte do catálogo da marca. Os itens trazem desenhos que representam a essência da marca, incluindo caveiras e ampulhetas.

A marca apoia músicos, tatuadores e fotógrafos. Nomes de peso como: Thiago “Monstrinho”, vocalista da banda paulistana de hardcore Worst; Ndee Naldinho, respeitado rapper que atua na cena nacional desde os anos 80; Ian Pires, fotógrafo que já teve trabalhos desenvolvidos em parceria com Canon Brasil e National Geographic Brasil; e MacGregor Fogaça, tatuador há mais dez anos que também se destaca na área de customização de miniaturas de carros.

Se você gostou do que viu por aqui corre lá no e-commerce dos caras.

Deixe um comentário

Input your search keywords and press Enter.
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!