Lendo agora:
SWBR entrevista Luis Henrique da Hearts Footwear
Leitura de 4minutos

SWBR entrevista Luis Henrique da Hearts Footwear

Empreender no Brasil não é nada fácil mas vira e mexe encontramos projetos bem legais e que merecem ser compartilhados através de nossa plataforma. Apesar de muito se falar sobre o que acontece lá na gringa, acredito que é necessário para a evolução do mercado nacional lançar olhares sobre os produtos fabricados por aqui. E isso vai além de marcas brasileiras consagradas que já possuem estrutura e espaço na mídia.

Mantendo a tradição de ser um canal direto que conecta marcas e projetos independentes com o público consumidor de moda urbana, o SWBR bateu um papo com Luis Henrique da Silva Martins, empreendedor e criador da Hearts Footwear, que reside em Jundiaí (SP). Luis criou uma vaquinha virtual para tirar do papel o sonho de lançar uma marca de tênis nacional com design moderno, materiais de qualidade e conforto.

Por isso, troquei uma ideia com ele para entender mais sobre como entrou nesse ramo, como surgiu a ideia de criar a marca e como é o processo de confecção dos modelos.

Conte-me um pouco sobre sua história e como entrou no ramo de calçados.

A paixão por calçados surgiu em 2009 quando trabalhei como estoquista em um outlet da loja da New Balance em Itupeva (SP). Ficava abrindo as caixas e observava os diferentes modelos, apreciando os detalhes e as matérias-primas de cada produto. Todo dia 5 e 20 eu comprava um modelo e foi lá que surgiu o amor pelos tênis retrô da marca, como os 996, 998, 574, 1400. No mesmo shopping tinham lojas da adidas e Nike e constantemente visitava para conferir os achados.

Em que ano, como e onde surgiu a Hearts Footwear?

Em 2011 comecei a estudar como nasceu as maiores marcas de produtos do mundo, entre as quais mais inspiram Asics, New Balance, adidas, Nike, Le Coq Sportif e Fila. Isso me despertou a vontade de rascunhar alguns calçados e, como um desígnio divino, depois de uma noite de sono Deus tinha me dado a inspiração para começar a minha própria marca. Assisti vídeos, fiz alguns cursos, pesquisei sobre os maiores fabricantes do mundo, sobre o impacto do setor na economia e pesquisei tanto que passei a olhar para o pé das pessoas aonde passo. Sou o tipo de pessoa que te cumprimenta pelos pés.

Por que o nome Hearts Footwear?

Quando comecei a pensar em um logo para a marca queria algo com significado e que ficasse gravado na cabeça das pessoas, assim como as 3 listras da Adidas, o N da New Balance ou até mesmo o Galo da Le Coq Sportif. O meu objetivo é alcançar o mesmo, por isso, fiz vários rascunhos e pesquisei muitos nomes até chegar no coração com formato de tênis. Mandei para um designer que vetorizou, expliquei a minha proposta e coloquei o nome de “hearts”, nome curto e simples, no entanto, depois tive que acrescentar “footwear” devido à política de registros de marcas do INPI.

A tradução é “calçado de corações”, que além de significar paixão por tênis, há um objetivo maior por trás que são as mudanças que podem ser feitas por meio da comercialização de cada produto. Mudanças essas que são ajudar causas sociais, atividades sustentáveis, investimento em meio ambiente e apoio as práticas esportivas. A real intenção é fazer disso um manifesto e tentar contribuir para um mundo melhor.

View this post on Instagram

Processos. #shoemaker #manufacture #shoes

A post shared by Henrique silva (@henriquemusiq) on

Por que decidiu criar tênis? Comente sobre o processo de criação, produção e os materiais utilizados.

Decidi criar tênis porque é algo que me identifico muito, pois gosto de toda a genialidade que é produzir um calçado, a variedade de matérias-primas, como camurças, couros, napa e nobuck, e tudo que compõem o shape. Invento várias combinações em diferentes cores, penso também na sola, na matéria-prima EVA ou PU e outros componentes. Hoje em dia você pode fazer pisantes manuais ou automatizados e a princípio eu faço os samples em casa e depois terceirizo a produção.

Se você, assim como eu, quer ver os tênis da Hearts Footwear ganharem vida, basta acessar a página do financiamento coletivo deles e fazer sua doação.

Deixe um comentário

Input your search keywords and press Enter.
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!